Revólver utilizado por Wagner no mercadinho

Agora Litoral
Um homem de 36 anos foi detido na manhã desta quarta-feira (13), acusado da autoria de um roubo na região do bairro Beira Rio, em Paranaguá. Ele foi localizado pela Polícia Militar, depois de denúncia feita pela própria mãe.

A mulher acionou a PM por volta das 10 horas, relatando que seu filho vem praticando vários roubos na região e que, na terça-feira, 12, ele cometeu um assalto em um mercado localizado a uma quadra de sua residência.

Os policiais foram até a casa do suspeito e, em um cômodo, nos fundos do imóvel, encontraram Wagner Rodrigues Loezhnes. Na ação foi apreendida uma réplica de revólver, que estava escondida embaixo do colchão.

De acordo com o que foi apurado pela PM, na noite de terça-feira, 12, Wagner foi até o mercado, como qualquer cliente, pegou sabonete, xampu e chocolates e, ao chegar no caixa, mandou a funcionária marcar na sua conta.

No entanto, quando a funcionária questionou que ele não tinha conta naquele mercado, o suspeito levantou a camiseta e mostrou uma arma de fogo, mandando ela ficar quieta. Em seguida ele fugiu, tomando rumo ignorado.

Após a abordagem, os policiais se deslocaram com o suspeito e sua mãe até o comércio, onde a vítima reconheceu Wagner como o autor do roubo e também o simulacro usado no crime.

Durante a ação, Wagner ainda teria feito ameaças de morte à própria mãe e às equipes que efetuaram a prisão. Ele acabou encaminhado à 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá, junto com o simulacro, mas não ficou preso.

Wagner foi indiciado em inquérito policial e liberado para responder ao processo em liberdade. A imitação de revólver assustava, mas não passava de um mero brinquedo.

VEJA O “TIRO” DA ARMA

>> Deixe sua opinião