Daniel Celestino da Silva era carteiro (Foto de colaboradores do WhatsApp)

Agora Litoral
Foi identificado oficialmente o ciclista que morreu após ser atropelado por um caminhão na noite desta sexta-feira em Paranaguá. O atropelamento ocorreu pouco após às 19 horas.

Daniel Celestino da Silva, de 43 anos, teria tentado atravessar a BR-277, próximo à ponte do Emboguaçu, quando foi atingido por um caminhão, que seguia sentido Pátio de Triagem. O atropelador não parou para prestar socorro. Extraoficialmente, seria um caminhão-tanque.

A morte de Daniel – que era muito conhecido na região e que residia próximo ao local do acidente, no Jardim Figueira – entristeceu muita gente. Nas redes sociais o carteiro foi elogiado pelo seu trabalho e classificado como “gente boa”.

PROTESTO
O local onde Daniel foi atropelado enfrenta um trânsito diuturno de caminhões. É mal iluminado e não são raros os acidentes naquela região. Alguns moradores acenaram com a possibilidade de realizar um protesto, na segunda-feira (23) contra a falta de segurança naquela região. A princípio, a manifestação seria realizada no local onde o carteiro morreu.

>> Deixe sua opinião