Gilmar Brongrati já está atrás das grades

Agora Litoral
A Polícia Civil elucidou nesta sexta-feira (9) um crime que vitimou quatro pessoas em novembro do ano passado, em Matinhos, no litoral paranaense. O mandado de prisão foi cumprido dentro do Sistema Penitenciário, já que Gilmar Kirschner Brongrati, de 34 anos, já estava preso. O trabalho de investigação foi feito pelos policiais civis da Operação Verão, da Delegacia de Matinhos.

De acordo com a polícia, o crime ocorreu no dia 20 de novembro do ano passado, em um barracão abandonado na Avenida Paranaguá, no balneário Flamingos, em Matinhos. Foram mortos Cícero Alves Pereira, de 40 anos, Claudinei do Amaral, 36, Donaldson de Almeida Jorge, 46, e Lincoln dos Santos, 31 anos. Todos foram alvejados com diversos disparos de arma de fogo.

Após dois meses de investigações o suspeito foi encontrado por meio da análise de imagens e recursos tecnológicos. A equipe conseguiu identificar o homem cumprindo pena pelo crime de roubo de um veículo, que foi utilizado no dia da chacina. Ele também possui passagem pelo crime de homicídio.

“O suspeito assassinou brutalmente as quatro pessoas por motivos relacionados ao tráfico de drogas”, explicou Miguel Stadler, delegado coordenador da Operação Verão.

O rapaz, além de ser autuado pelos quatro homicídios, também é suspeito pela morte de outra pessoa: Maicon André Alves dos Santos, de 31 anos. Maicon foi encontrado próximo ao local da chacina. Se condenado, Gilmar poderá pegar uma pena de mais 30 anos de reclusão.

As investigações e ações policiais no litoral continuam a fim de identificar outras pessoas envolvidas no crime. Qualquer informação pode ser repassada anonimamente para a delegacia de Matinhos através do telefone (41) 3453-0966.

NOTÍCIA RELACIONADA

Quatro são mortos a tiros num casebre em Matinhos

>> Deixe sua opinião