Ele tinha mandado de prisão em aberto expedido pela Comarca de Cerro Azul

Agora Litoral
Um homem foi preso na noite de quarta-feira, 26, ao comparecer na 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá para complementar um boletim de ocorrência sobre a morte da sua esposa. Contra Anderson Luiz Santos, de 44 anos, havia um mandado de prisão expedido pela Comarca de Cerro Azul.

A esposa de Anderson, Daniele Leslei dos Santos, de 24 anos, foi vítima de um acidente de trânsito ocorrido na noite de quarta-feira, na rodovia PR-508, que liga a BR-277 ao município de Matinhos. Conforme a ocorrência, a jovem estava empurrando uma bicicleta e, ao tentar atravessar a rodovia correndo, no Km 11, na região da Colônia Maria Luiza, acabou atropelada por um veículo VW Fox, que seguia sentido Paranaguá.

O motorista do carro parou imediatamente para prestar socorro. Ele teria informado que Daniele entrou na pista sem olhar para o lado e que ainda tentou desviar, mas não conseguiu evitar o acidente. Devido à violência da batida, Daniele foi arremessada às margens da rodovia e entrou em óbito no local.

O motorista foi encaminhado pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) ao plantão da 1.ª SDP, onde foi ouvido em inquérito policial pelo crime de homicídio culposo (sem intenção) na direção de veículo automotor, sendo liberado em seguida.

Já o marido de Daniele, ao se apresentar na delegacia para complementar o boletim de ocorrência sobre a morte da companheira e solicitar a requisição da guia de necrópsia, acabou ficando preso. Na consulta da sua identidade, os policiais de plantão verificaram que havia um mandado de prisão contra ele, que foi devidamente cumprido. Anderson acabou recolhido ao setor de carceragem local.

Segundo o que foi apurado pela polícia, o casal tinha vindo de Cerro Azul e estava acompanhando conhecidos de uma igreja no litoral. Até o encerramento desta matéria o corpo de Daniele permanecia no IML de Paranaguá, aguardando familiares para a liberação.

>> Deixe sua opinião