Suspeitos tentaram desviar carga avaliada em R$ 100 mil

Agora Litoral
Dois homens foram presos, na última semana, em Paranaguá, acusados de participar de um esquema para o desvio de uma carga de fécula de mandioca, avaliada em R$ 100 mil. A ação foi realizada por policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos de Carga, após denúncia do proprietário de uma empresa no bairro Alexandra.

O empresário ligou para a DFRC em Curitiba, na sexta-feira, 4, relatando que um caminhoneiro estava tentando carregar uma carga em seu armazém, com documentação falsa. Por volta das 13 horas, uma equipe policial da especializada se deslocou até o armazém e abordou o motorista do caminhão denunciado.

O suspeito, de 35 anos, morador no bairro Emboguaçu, apresentou uma Carteira de Nacional de Habilitação (CNH) falsa em nome de outra pessoa. Na ação ainda foi verificado que o caminhão dirigido por ele estava com placas clonadas de outro em Francisco Beltrão e que o documento do veículo também era falso.

Na sequência das diligências, os policiais chegaram até o outro suspeito, de 41 anos, com endereço no Jardim Samambaia, o qual havia orientado o primeiro homem, através de mensagens pelo telefone celular, de como deveria agir para o carregamento da carga.

Os suspeitos acabaram encaminhados à 1.ª Subdivisão Policial de Parangauá, onde foram autuados pelo delegado Nilson Santos Diniz pelos crimes de adulteracão de sinal identificador de veículo automotor, associação criminosa, estelionato e uso de documento falso.

“Os dois homens presos em flagrante tiveram as prisões convertidas em preventiva e as investigações continuam para prender outros integrantes da associação criminosa”, informou o delegado na tarde desta sexta-feira, 11.

Delegado Nilson Diniz é o responsável pelas investigações

O caminhão usado no crime foi apreendido e recolhido ao pátio do 9.º Batalhão da Polícia Militar.

>> Deixe sua opinião